Páginas

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Royce Da 5'9" fala sobre a faixa "I'm On Everything"

"Com a música 'I'm On Everything' - Eu inicialmente criei essa para o 'Success Is Certain'. Eu queria que Marshall participasse nela e cantasse um verso, então eu levei [o som] à ele e perguntei se ele participaria nela. Ele o levou para casa e escreveu [para a música] e colocou um verso. A música ainda parecia meio curta, por isso nós concordamos que iríamos fazer um terceiro verso juntos, nós dividiríamos um terceiro verso. Nós basicamente acabamos indo e voltando com a música, ficamos passando palavras um para o outro. Sentimos como se estivéssemos fazendo um jogo de palavras cruzadas e foi realmente divertido".

"Isso é meio o que gerou a gente a trabalhar mais e isso acabou se transformando no projeto, o que você conhece como 'Hell: The Sequel'. Mas nós não começamos tipo 'Ow, vamos lá fazer um EP'. Foi como se, olhamos para cima e já tínhamos quatro ou cinco músicas, porque nós simplesmente concordamos que a qualquer momento que tivéssemos coisas naquele momento, nós trabalharíamos uns com os outros. Aquela música desencadeou todo o projeto".

"A abertura do álbum se chama 'Legendary', e a música surgiu pela produção de uns feras chamado Futuristics, de L.A., um grupo talentoso de garotos. Eu fiz uma versão da música e a enviei ao Em, porque o sample era um sample do grupo Rush. E você sabe, quando você está lançando um projeto independente, você nunca pode usar um sample tão grande [quanto esse]; seria muito caro e nem compensaria fazer".

"Eu tive que ir ao Marshall e pedi-lo para ouvi-la. Então ele foi e reproduziu o sample e o mudou o suficiente para que eu não tivesse que usar [todo o sample], e depois, do nada, eu pensei em chamar o Travis Barker (do Blink-182) para ver se ele podia tocar uma bateria no som, para dar ao som um estilo mais de rock. Por coincidência, Travis é gerenciado por um bom amigo meu, Paul Rosenberg, que também é presidente da gravadora, então tudo meio que se encaixou. É assim que o Travis acabou fazendo esse som e é assim que o Eminem acabou co-produzindo o som".


Fonte: Eminem Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Blog não se responsabiliza pelos comentários feitos por seus visitantes, e se reserva no direito de excluir comentários com linguagem grosseira de conteúdo calunioso ou difamatório.

Leia também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...