Páginas

domingo, 23 de outubro de 2011

Eminem: "Eu tomava 90 pílulas por dia".

“Quanto maior a multidão, maior meu vicio se tornava”

Eminem não quer outro Encore. O rapper fala em nova entrevista o baixo nível que chegou por culpa das drogas para a produção do tão criticado álbum, e as medidas extremas que ele teve que tomar para retornar ao topo.

Conversando com a GQ, Eminem disse que começou a desenvolver seu vilcio por analgésicos e remédios para dormir durante as gravações de seu álbum Encore em meados de 2004. O rapper disse que chegou a ponto dele tomar 90 pilulas por dias, incluindo Valium, Vicodin, Ambien e a droga anti-esquizofrenia Seroquel.

Cinco ou seis musicas vazaram do álbum original de Encore” Eminem disse a GQ. “Então eu tive de voltar e fazer novas musicas para substituí-las. Na minha cabeça eu estava puto: ‘oh bem, as musicas vazaram. Foda-se. Vou tomar um pouco dessas pílulas e ir lá e fazer uma festa comigo mesmo’. Eu tenho certeza que quanto mais pílulas eu tomava mais estúpido eu ficava”.

Com o tempo Eminem acabou se internando em uma clinica de reabilitação. Mas para uma celebridade do seu porte, não era fácil freqüentar o local.

Olha” ele disse “Todo viciado em uma clinica sente que as pessoas estão encarando ele. No meu caso, todos me encaravam. Eu nunca estava confortável. Algumas pessoas me tratavam normalmente. Mas tinha alguns idiotas lá que não se concentravam na sua própria reabilitação porque estavam se metendo na minha. Eles roubaram meus Bonés, meus livros – era um caos. Tudo era um drama naquele lugar. E, na época, eu não queria ficar sóbrio. Todos queriam que eu ficasse. E todos diziam que se você não estava pronto, nada ia mudar você. Amor... nada” .

Embora ele ainda não estava pronto para largar o vicio, um evento em especifico o forçou a procurar tratamento: em 2007 ele quase morreu por uma overdose.

“Eu acordei no hospital e não sabia que po*** estava acontecendo” ele disse. “Havia tubos em mim, agulhas no meu braço, toda essa merda, eu não tinha percebido que tinha sofrido [overdose]. Eu queria minhas drogas – cair fora dali! Acho que fiquei limpo por umas duas semanas. Eu estava tentando de verdade – eu estava tentando pelas minhas filhas – mas eu simplesmente não estava pronto”.

Eventualmente Shady levou sua saúde mais a serio e se internou no hospital para largas as drogas. Ele ainda leva seu vicio como uma lição para dentro do estúdio.

A coisa que a sobriedade me ensinou é a maneira como estou conectado –por que os meu pensamentos se processam diferentes. Eu percebi que da maneira que sou ajuda com a musica. Pensamentos esporádicos surgem na minha mente e eu tenho que ir e escrever algo, e quando você se da conta eu escrevi uma musica inteira em apenas uma hora. Mas as vezes é um saco, e eu queria ser como uma pessoa normal e tomar uma bebida. Mas isso é o negocio do vicio: quando você percebe que você não pode - pelo amor de Deus, você não pode – se meter com nenhuma daquelas merdas de novo. Eu nunca entendia quando as pessoas diziam que isto era uma doença. Tipo, ‘pare seu puto. Isto não é uma doença!!’ Mas eu finalmente percebi, po*** cara – realmente é uma doença.”

Fonte: Limelife

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Blog não se responsabiliza pelos comentários feitos por seus visitantes, e se reserva no direito de excluir comentários com linguagem grosseira de conteúdo calunioso ou difamatório.

Leia também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...