Páginas

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Cashis fala sobre sua relação com o Eminem e a Shady Records


Em recente entrevista ao site HipHopDX, o rapper Cashis, que já fez parte da Shady Records, falou sobre seu novo álbum The Art Of Dying, e sua relação com o Eminem e a gravadora. Confira alguns trechos da entrevista:

HipHopDX: Eu queria entrar no assunto dos atrasos um pouco, porque para as pessoas que tem acompanhado seu projeto Art Of Dying, o lançamento do álbum foi adiado algumas vezes. Eu queria voltar a uma citação sua que você disse ao Da Shady Spot em 2009. Você tinha dito: "Pelo final de setembro no máximo, eu vou ter os CDs no mercado. Pelo menos, é isso que me dizem os chefes. E se eles mentem pra mim, eles mentem para o público, e nós não toleramos mentirosos por aqui, nessa gravadora."

Você também mencionou nessa entrevista que você estava esperando ter o estabelecimento certo porque o Eminem e o 50 Cent estavam lançando projetos nessa época. Você pode me explicar qual era a espera no momento e por que não foi necessariamente o negócio certo em 2009?

Cashis: Cara, foi. Meu A&R pegou um álbum monstruoso. O Em já tinha mixado, tipo, metade do meu álbum. Não foi nada na Shady [Records]. Foi só na Interscope. Eles estavam tipo, "A gente pode pegar o Cashis e ele pode fazer algumas centenas de milhares", mas o Em e o 50, eles estavam fazendo 10 milhões na época, então simplesmente fez mais sentido para eles virem com os álbuns deles.

É a política do jogo. Às vezes numa gravadora, você gasta demais e você tem que trazer retorno de alguma coisa para sua 'empresa-mãe', e eles tinham que ir com os artistas top naquela época. Obie tinha lançado [Second Round's On Me] e eles realmente não levaram o álbum como deveriam. [Não foi a] Shady. Eu não sei quem seria. Isso começou uma queda para nós como uma compania naquele ponto, então o Em tinha que sair e fazer o máximo com os nossos álbuns para trazer aquele dinheiro de volta. O álbum do Obie estava detonando, mas não importa o quão bom seu projeto é. Você vê o que aconteceu com alguns dos últimos projetos do 50 [Cent]. Não importa o quão bom ele é. Se você não está recebendo a promoção certa, você só consegue fazer tanto. Você precisa que aquela máquina esteja por trás de você.

Como eu disse ao Em em '09 depois disso, "Eu vou ficar pelo tempo que for. Eu vou sentar pelo tempo que você quiser contanto que você consiga lançar as coisas e lançar projetos." Eu não queria pisar no pé de ninguém porque eu estou tipo, "Não importa. Minha hora vai chegar", e essa era a verdade. Meu álbum era pra sair em '09. Tudo isso era a verdade, cara. Eles tentaram. Nós tínhamos definido, mas então coisas acontecem e são só movimentos de negócios. Eram só movimentos de negócios políticos que levaram a isso, e então depois disso, isso me levou a criar minha própria situação. Levou cerca de um bom ano ou tal para conseguir ser liberado do meu contrato.

HipHopDX: Então parece que, enquanto você pode ter tido frustrações, em retrospectiva, não parece que você tem algum receio ou tensão lá.

Cashis: Ah cara, eu amo a Shady! Eles são minha galera! É por isso que o Em está no álbum. O Em tem batidas no Euthanasia também. Todo mundo na Shady, eles sabem qual é a hora. Eu ainda sou o 'capitão', cara. Eu sempre sou parte da família Shady. Eu ainda sou parte da composição e publicação lá. Definitivamente não tem nenhuma briga. Eu só precisava de uma chance para me destacar sozinho, que eu vinha pedindo a portas fechadas por alguns anos. Desde o começo de 2009, eu tenho pedido por uma maneira de conseguir lançar um projeto sozinho para testar o ambiente e ver se eu consigo começar a minha gravadora. Eles finalmente me ajudaram com isso, e é o que era preciso.

HipHopDX: Em uma entrevista ao Baller Status,você também mencionou que no estúdio, o Eminem chegou para ajudar [com a dependência em drogas], e isso foi na época em que ele estava lidando com o vício dele. Você pode falar sobre aquele dia e como foi para você? Na época, você tinha dito não, mas como foi ter o seu mentor realmente abrindo o jogo assim com você?

Cashis: Como eu disse, eu era bem arrogante na época, então quando ele disse, eu estava tipo, "Cara, eu não sou fraco. O que eu vou parecer entrando numa reabilitação?" E ele estava tipo, "Cara, mano, eu tô vendo você. Você vai ficar louco."

[...] Eu estava indo com tudo nisso, e ele percebeu. Ele sabia qual era o problema dele, e ele nunca tinha visto ninguém usar como eu estava usando. Eu sou de Chicago e aí eu me mudei para Orange County, então eu sei sobre todas as pilúlas que você possa imaginar. Eu estou rimando sobre todas essas novas pílulas e todas essas drogas novas. Ele estava tipo, "Bom, como é essa?" e eu estou dizendo a ele e tudo isso, e ele estava tipo, "Espera um minuto, cara. Você vai precisar de alguma ajuda. Se você sentir que quer só conversar, só venha conversar. Eu vou fazer isso discretamente. Ninguém vai saber. Eu sei que você vai pensar: 'Como os caras vão olhar pra mim?', mas você não pode se importar com isso." E eu tipo, "Nah, eu tô bem, cara."

Eu saí disso sabendo que aquele era meu mano. Ele realmente se importava comigo. A maioria das pessoas estão sempre tipo, "Oh, ele está usando!" ou "Oh, ele é louco!" e eles ou ficam muito assustados ou realmente não se importam, então o fato dele me chamar de lado e me deixar saber que isso não era só um negócio de gravadora, um contrato de música - [os executivos] realmente não se importariam, eles querem continuar te dando o que for para fazer você fazer aquela música e trabalhar e não pensar no seu dinheiro - ele [mostrou] que realmente se importava comigo como pessoa. Ele nunca me chamou de Cashis. Ele sempre me chamou de Ramone. Ele me viu como uma pessoa, e eu achei que isso foi bacana.

HipHopDX: Você estava ciente do que ele estava passando no momento? Ele mencionou, ou só disse "Eu conheço pessoas que podem ajudar"? Ele admitiu seus próprios problemas?

Cashis: Sim, ele estava me falando sobre isso mais tarde, mas eu não ia dizer nada. Ele estava me contando sobre isso, e então foi quando eu senti que as pessoas estavam tentando manter a gente longe um do outro porque eu era uma má influência, porque a gente só falava o tempo todo no telefone. Não em nenhuma merda gay. Só tipo, "E aí, cara?" Ele ligava e falava com os meus filhos. Eu falava com ele só sobre problemas da vida, tudo, e todo o material que eu estava mandando estava infestado de drogas, então eu tenho certeza que isso não era bom pra ele e o que ele estava tentando fazer, tentando superar aquele problema. Eu meio que faço isso para as pessoas. Eu sou apenas uma pessoa contagiosa quando se trata de quem eu sou. Eu estava trazendo a energia errada, mas a música dele estava detonando. Eu queria que vocês pudessem ter ouvido o álbum King Mathers. Era tão incrível, cara.

HipHopDX: Eu posso definitivamente entender sua lealdade ao Eminem e à Shady depois de ouvir tudo isso. Parece que é por isso que sempre vai ter amor lá pra você.

Cashis: É. O Em era simplesmente firme, cara. Eu podia estar tipo, "Aí Marshall, qual é? Eu estou com problemas. Alguém colocou uma acusações de agressão sobre mim" ou algo assim, e a próxima coisa que você sabe, eu tinha um cheque de $10.000 aparecendo. Ou eu podia mandar alguns versos no estúdio, mandar alguma coisa louca, e eu recebo um cheque de $20.000 do nada, e ele está tipo, "É um presente de aniversário." Em e o Paul [Rosenberg], cara, eles me mostraram apoio. Eles ainda me mostram apoio. Eu ainda posso ligar para os manos se eu precisar, mas felizmente eu não preciso. Basicamente, eu sou auto-suficiente como um homem de negócios agora e eu não vou estar gastando meu dinheiro como antes, então tudo está bem. É por isso que eu estou dizendo que não tem tensão. Eu ainda tenho grandes tatuagens da Shady em mim. Elas não vão a lugar nenhum. Isso é pra sempre. Eu estou sempre representando. Eles só estão me vendo estourar. Eles estão vendo eu fazer meu negócio para que eu possa subir no nível artístico para me tornar uma verdadeira pessoa de negócios. Como eles disseram, eu tenho um cérebro inteligente. Eu só preciso usá-lo.

Confira a entrevista completa de Cashis no site HipHopDX

Fonte: Everything is Shady

2 comentários:

  1. nossa... eu tbm queria ouvir o king mathers......

    ResponderExcluir
  2. Eu nem sabia q esse cara faz parte da shady.

    ResponderExcluir

O Blog não se responsabiliza pelos comentários feitos por seus visitantes, e se reserva no direito de excluir comentários com linguagem grosseira de conteúdo calunioso ou difamatório.

Leia também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...