Páginas

sábado, 15 de fevereiro de 2014

Ativistas australianos pedem a proibição da entrada do Eminem no país


Um grupo ativista da Austrália que pressionou sem sucesso o ministro da imigração, Scott Morrison, para revogar o visto do rapper Snoop Dogg agora está pedindo que ele proíba a entrada de Eminem no país.

O Collective Shout, que faz campanha contra a violência às mulheres, disse que o governo federal deveria seguir o exemplo da Nova Zelândia e banir estrelas de rap que supostamente incitaram a violência em suas letras.

Na quinta-feira, a Nova Zelândia baniu o grupo de rap Odd Future de se apresentar como um dos shows de abertura para Eminem em Auckland.

"Eu elogio a Nova Zelândia por se preocupar mais com as mulheres do que Austrália parece [se preocupar] agora", Talitha Stone do Collective Shout disse em um comunicado.

O grupo escreveu uma carta ao ministro argumentando que conceder a entrada de Eminem para realizar uma série de shows locais "ridiculariza" o plano nacional da república de reduzir a violência contra mulheres e crianças.

A estrela do rap deve começar seus shows na Austrália em Melbourne no dia 19 de fevereiro.

A petição foi apoiada com assinaturas de dezenas de organizações dos direitos das mulheres.

A Sra. Stone pressionou sem sucesso o Sr. Morrison no mês passado para revogar o visto de Snoop Dogg pelas mesmas razões.


Fonte: News Australia

Créditos: Everything is Shady

5 comentários:

  1. kkkk parece que estamos de volta a 2000 o EMINEM outra vez no centro da controvérsia!!

    ResponderExcluir
  2. Até parece que eles não tem violência por lá!

    ResponderExcluir
  3. o país das maravilhas kkkkkkk... sem violência kkkk isso é irônico...

    ResponderExcluir

O Blog não se responsabiliza pelos comentários feitos por seus visitantes, e se reserva no direito de excluir comentários com linguagem grosseira de conteúdo calunioso ou difamatório.

Leia também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...